Bistrô Bike Fit inaugura espaço com receitas saudáveis e funcionais

Sexta-feira, 17 de fevereiro, aconteceu a inauguração do Bistrô Bike Fit e o Eu na Correria esteve por lá para provar as delícias produzidas pela Tati Rodrigues. Criada há dois anos, a Bike Fit nasceu dos sonhos da Tati que, inicialmente, fazia a entrega de seus quitutes com a ajuda de uma bicicleta customizada. O início do empreendimento, cujos primeiros passos foram dados quando Tati começou a treinar, foi pela busca de uma alimentação saudável. Ela passou a fazer pratos fitness, com a ajuda de um nutricionista, que fossem saborosos. “Algumas pessoas encaram a alimentação natural ou light como sacrifício, levando isso em conta, me engajei no propósito de mudar a visão das pessoas em relação à comida, queremos tornar o alimento não só fonte de energia, mas de prazer”, explica.

Bike Fit

Continue reading “Bistrô Bike Fit inaugura espaço com receitas saudáveis e funcionais”

Orgânicos.Nutri é nova opção para quem busca alimentação saudável

Orgânicos.Nutri - Eu na Correria De portas abertas há pouco mais de um mês, a loja Orgânicos.Nutri é um daqueles lugares que a gente entra e se perde em meio a tantas opções. Com uma variedade bem grande de alimentos saudáveis, no estabelecimento é possível encontrar desde frutas, verduras e legumes orgânicos – livres de agrotóxicos e hormônios – até produtos específicos para diabéticos e pessoas que seguem dietas veganas, funcionais ou que apresentam algum tipo de intolerância alimentar.
Administrada pelas irmãs Lígia e Débora Ortolani e também pela fisioterapeuta Daniela Sakumoto Guerra, a Orgânicos.Nutri nasceu para atender a uma demanda carente de produtos naturais acessíveis e de qualidade. “Nossa sócia Daniela sempre teve dificuldades para encontrar alimentos para a filha caçula, a Sofia, de quatro anos, que é alérgica a leite. E por causa desse transtorno surgiu a ideia de criarmos a Orgânicos.Nutri, que tem como objetivo atender pessoas que buscam uma vida mais saudável por meio da alimentação”, afirma Débora.

Continue reading “Orgânicos.Nutri é nova opção para quem busca alimentação saudável”

O que consumir durante a corrida?

Por Erika Borges (nutricionista esportiva)


O que comer durante a corrida - Eu na Correria

A corrida tornou-se uma das atividades físicas mais praticadas pelos brasileiros e para agradar a todos os amantes da modalidade e permitir que mesmo os iniciantes possam participar, existem provas das mais variadas distâncias: 5 e 10 quilômetros, meia-maratonas, maratonas e ultra-maratonas. No entanto, independente da distância percorrida, é de suma importância para o corredor garantir uma alimentação adequada nos períodos pré e pós treino, além de uma hidratação sem exageros. Continue reading “O que consumir durante a corrida?”

Bolo do Bem produz delícias sem glúten e lactose

Bolo do Bem - Eu na Correria Bolo caseiro é tudo de bom. Agora, imagine um bolo caseiro sem glúten e lactose. Especializada em fazer bolos caseiros que não levam farinha de trigo nem leite de vaca em suas receitas, a loja Bolo do Bem, localizada em Guarulhos, nasceu do sonho e também da necessidade que a empresária Ana Maria Sanches enxergou ao não encontrar pela cidade lugares que oferecessem quitutes sem glúten e lactose. Casada, com cinco filhos e um neto, Ana descobriu que, de toda a família, era a única intolerante. E depois de três anos tentando adaptar-se à nova condição e fazendo receitas por conta própria, concluiu que poderia levar suas habilidades para além da cozinha de casa. Continue reading “Bolo do Bem produz delícias sem glúten e lactose”

Entenda os efeitos do glúten e da lactose no organismo

f5d0cec4dae358a44c5fca6c1713f4f4

Muito tem se ouvido falar sobre glúten e lactose, principalmente porque em alguns casos de emagrecimento, o paciente é orientado a excluí-los da dieta com o objetivo de acelerar o processo da perda de peso e contribuir na melhora da saúde. Mas, afinal, será que glúten e lactose fazem tão mal assim? Apesar de haver certo exagero no consumo de alimentos com essas duas substâncias, algumas pessoas têm intolerância ou sensibilidade alimentar, o que significa que o organismo funciona com dificuldade para digeri-las. Sendo assim, é fundamental entender que existe diferença entre eliminá-los por opção e por necessidade.

O glúten apresenta uma molécula nomeada de gliadina, que não é digerida pelo organismo. Em pessoas predispostas, as moléculas não digeridas, ao entrarem em contato com as camadas mais internas da mucosa intestinal disparam uma reação imunológica no intestino delgado, causando processo inflamatório crônico, responsável pelos sintomas da doença celíaca.

Segunda a médica nutróloga e ortomolecular, Leila Loutfi, a disfunção não se desenvolve em quem não seja portador do gene HLA-DQ2 ou HLA-DQ8, condição necessária, mas não suficiente, para sua instalação. “O diagnóstico de um paciente celíaco requer dois procedimentos: endoscopia, com biópsia de duodeno para identificar a presença do infiltrado inflamatório característico, e a adoção de uma dieta livre de glúten para verificar se há melhora da sintomatologia”, explica.  Continue reading “Entenda os efeitos do glúten e da lactose no organismo”

Cuidados para manter o sistema imunológico fortalecido

body defense

Composto por milhões de células de diferentes tipos e funções, o sistema imunológico é uma espécie de barreira defensiva em que, diariamente, garante a proteção do organismo contra o ataque de bactérias, vírus e micróbios, mantendo o corpo livre de doenças. No entanto, quando o sistema imune enfraquece por alguma razão, gripes, resfriados e infecções podem tornar-se recorrentes.

“Nosso organismo está sempre lutando para manter o equilíbrio entre as diversas funções do corpo, e é isso que entendemos por saúde. Mas esse equilíbrio pode se perder por vários motivos, passando por fatores congênitos ou genéticos; má alimentação, levando a deficiências nutricionais, desidratação e o acúmulo de toxinas; até fatores emocionais como depressão e estresse. Tudo isso pode colaborar para uma baixa do sistema imunológico”, explica Leila Loutfi, médica geriatra, homeopata, nutróloga e ortomolecular.

A importância da alimentação e seus nutrientes

alimentação-saudável

Apesar de haver inúmeros fatores que contribuem para esse enfraquecimento, a alimentação desempenha um papel essencial na imunidade, pois é por meio de nutrientes e vitaminas encontradas nos alimentos que o sistema imunológico tem condições de fortalecer e renovar células e substâncias necessárias.

“Todas as vitaminas são importantes, mas, entre elas, a principal ainda é a vitamina C, campeã no papel de resistência às infecções, seguida de perto das vitaminas A e E. Já a vitamina D, que até há pouco tempo achava-se que estava ligada apenas ao metabolismo de cálcio, hoje, é reconhecida tento papel importantíssimo na imunidade, inclusive, sendo usada como medicamento em tratamento de doenças autoimunes”, afirma Leila.

Segundo a médica, não apenas as vitaminas podem elevar o sistema imunológico, mas também os minerais, principalmente zinco, cobre, manganês e selênio; potentes antioxidantes que agem em sinergia com as vitaminas. Além disso, aminoácidos, como a taurina, a arginina, a lisina, entre outros, e ainda ácidos graxos, como o ômega 3, têm a função de reforçar as defesas do organismo.

Atividade física ajuda a fortalecer o sistema imunológico?

dicas-para-melhorar-postura-corrida

No caso de um indivíduo debilitado, com a imunidade já muito baixa, a atividade física pode comprometê-lo ainda mais. Mas se a pessoa está com a saúde em dia, a atividade física moderada ajuda a combater o estresse, além de melhorar a oxigenação dos órgãos, aumentar o ganho de massa magra, diminuir a massa gorda, que é pró-inflamatório, reforçando consideravelmente o sistema imunológico.

Insônia e estresse, violões do sistema imunológico

Os dois principais hormônios do estresse são a adrenalina e o cortisol, ambos altamente produtores de radicais livres. Esses hormônios devem ser neutralizados por substâncias que o corpo produz com efeito antioxidante e para produzir essas substâncias, o organismo consome nutrientes que acabam ficando em falta para manter o sistema imunológico.

“Além do estresse, existe o ciclo conhecido como sono-vigília, comandado pela melatonina (que nos faz dormir) e o cortisol (que nos faz acordar pela manhã e ter disposição para enfrentar o dia). Quando esse ciclo se perde, por estresse, ansiedade, intoxicações ou falta de nutrientes para manter nossa barreira defensiva alerta, também há um impacto negativo no sistema imunológico. Tanto que hoje usamos a expressão ‘eixo psico-neuro-imuno-endócrino’, pois todos esses sistemas estão relacionados”, finaliza a médica.

Evite alimentos industrializados

Outro ponto importante é evitar ao máximo alimentos industrializados, pela grande quantidade de produtos químicos que prejudicam o metabolismo. E também alimentos considerados pró-inflamatórios, como o excesso de açúcar, laticínios e glúten. “O ideal seria uma alimentação variada, o mais natural possível, orgânica de preferência, com ênfase em nutrientes específicos para cada disfunção”, ressalta Leila.

Diet, light e zero: você sabe a diferença?

diferença-entre-DIET-LIGHT-ZERO

A partir da década de 1990, as gôndolas dos supermercados passaram a exibir cada vez mais alimentos modificados em relação à composição de seus nutrientes, como carboidratos, proteínas, gorduras, sódio e outros. Nessa onda, surgiram os produtos diet, light e zero, e por causa dessa variedade é comum que os consumidores tenham dúvidas na hora de escolher qual é o produto mais adequado às suas necessidades. Mas, afinal, quais as diferenças entre eles?

De acordo com a engenheira de alimentos Filomena Benfatti, um produto diet apresenta modificações especiais para se adequar a diferentes dietas ou necessidades metabólicas, como diabetes e hipertensão. “São os produtos que se destinam a pessoas com algum tipo de doença que as obriga a controlar ou mesmo suprimir a ingestão de algum nutriente normalmente presente na dieta. Tem que estar declarado e ser facilmente legível a que tipo de dieta o alimento se refere e qual a quantidade desse elemento em sua composição. Pode ser diet em açúcares, sódio, gordura, etc”, explica. Continue reading “Diet, light e zero: você sabe a diferença?”