Saiu o calendário de corridas de rua de Guarulhos. Confira!

Calendário de Corridas de Rua de Guarulhos - Eu na CorreriaNuma ação inédita, a prefeitura de Guarulhos lançou o Calendário de Corridas de Rua local. Vale lembrar que, nos dois últimos anos, o município enfrentou bastante dificuldade para manter a Corrida Internacional de Guarulhos – umas das mais tradicionais da cidade – tanto que, durante esse período, a organização da prova saiu das mãos da secretaria de esporte e foi para a secretaria de governo; porém, em 2015 e 2016, a empresa K10 foi a grande responsável pela captação de patrocinadores para que as provas acontecessem.

Durante o lançamento, o ex-atleta olímpico e diretor de departamento da secretaria de esporte Wilson David, que comandou a cerimônia, disse que já existia um projeto inicial com cinco corridas de rua que deveriam acontecer dentro de um ano, porém, “na administração anterior não foi colocado em prática”.  Continue reading “Saiu o calendário de corridas de rua de Guarulhos. Confira!”

Um amor para a vida e para a corrida

Corredores namorados - Eu na CorreriaMarília e Guto traduzem bem o provérbio de que sozinho pode-se até chegar mais rápido, mas acompanhado é possível ir muito mais longe. Ele já fez 7 maratonas, ela já fez 5, e ambos têm no currículo mais de 5 edições de meio Ironman. Casados há mais de 20 anos, além do amor, a parceria no esporte é outro fator que os une. Do número das competições citadas, em quase todas estiveram juntos.

Apesar de hoje o casal participar de algumas corridas e pelo menos dois triátlons por ano, Marília relembra que nem sempre foi assim. “Na adolescência praticava esgrima, mas parei esse esporte e comecei a correr, sempre gostei de corrida, considero um esporte muito prático, basta colocar o tênis no pé e sair por aí curtindo. No entanto, depois dos filhos, parei com a corrida e quem me incentivou a voltar foi o Guto. Ele começou por uma questão de saúde e me levou no embalo”, conta. Continue reading “Um amor para a vida e para a corrida”

Shopping Pátio Guarulhos realizará exame de IMC gratuito

overweight

No dia 7 de abril, a equipe do Hospital Nipo-Brasileiro estará no Shopping Pátio Guarulhos, das 12h às 20h, para fazer exame de IMC (Índice de Massa Corporal), medida adotada pela Organização Mundial da Saúde para indicar grau de obesidade.

A campanha que é uma parceria do Shopping Pátio Guarulhos com o Hospital Nipo-Brasileiro, intitulada “Cuide da sua saúde – conheça seu IMC”, acontece no Dia Mundial da Saúde justamente para alertar a população sobre os risco do sobrepeso.

O sobrepeso e a obesidade apontados pelo IMC podem resultar em problemas de saúde graves, principalmente a pacientes com patologias como hipertensão arterial, doença arterial coronariana e diabetes melittus.

Os pacientes que passarem pelo exame e tiverem o resultado alterado, serão orientados a procurar um médico especialista para o tratamento mais adequado de acordo com o caso.

Cuide da sua saúde – conheça seu IMC

Dia 7 de abril de 2016

Horário: das 12h às 20h

Local: Piso térreo

Estacionamento gratuito

Telefone: 2458-8100

Avenida Rosa Molina Pannochia, 331, Vila Rio, esquina com a avenida Benjamin Harris Hannicut, Guarulhos

Calculo-IMC-648x250

Outlet Adidas Guarulhos tem peças com preços baixíssimos

IMG_9526
Gente, eu adoro as roupas da Adidas e tenho a sorte de morar bem pertinho de um outlet da marca. Gosto muito dos shorts de corrida, acho que a maioria fica super bonito no corpo, tanto os femininos quanto os masculinos.  No outlet de Guarulhos, sempre encontro roupas e tênis por preços bem camaradas e, recentemente, descobri que toda terça o que é bom fica ainda melhor.

IMG_9524

Além das peças com preços mais baixos que os convencionais, as terças, quem leva duas peças ganha 15% de desconto, já comprando três, o desconto aumenta para 25%. Hoje mesmo comprei dois shorts e paguei R$ 75. Tem camisetas masculinas por R$ 39,90, tênis de corrida por R$ 179,90 e bermudas por R$ 49,90. A parte ruim é que roupas e tênis em promoção não podem ser trocados.

IMG_9533
IMG_9534
IMG_9544

IMG_9532

IMG_9528

IMG_9529

IMG_9525
IMG_9519

IMG_9521

IMG_9516
IMG_9517

IMG_9538

Endereço

Avenida Paulo Faccini, 153, Centro, Guarulhos.

Adidas encontra loja na Argentina com estoque de mais de 30 anos

2b7788a9-914c-4af5-91d2-27c213549502-620x411

Olha que bacana, galera. A marca Adidas foi surpreendida por descobrir, em Buenos Aires, na Argentina, uma loja absolutamente vintage no sentido mais literal da palavra. No estoque foram encontrados modelos de tênis com mais de 30 anos, alguns, desconhecidos até mesmo por Gary Asden, especialista e conhecedor da marca. Abaixo o vídeo que documenta a descoberta.

Girls On The Route – 1º Meia Maratona de Revezamento Feminino

Meia maratona Olha que bacana mulherada. Já estão abertas as inscrições para a primeira meia maratona de revezamento feminina, em São Paulo, com percursos de 21km, 10,5km e 5,25km. A prova acontecerá no dia 22 de maio e o preço das inscrições, até dia 1 de março, é de R$ 69. Organizada pela da Out of the Office, informações como horário da largada e o que virá no kit ainda não foram divulgadas. Somente o percurso consta no site e o mapa mostra que largada e chegada acontecerão no Obelisco do Parque do Ibirapuera. Para se inscrever clique aqui.

Corredor Paulo Lacerda, o cara das longas distâncias e das corridas contra o tempo

Corredor Paulo Lacerda

Há pouco tempo, tive o privilégio de conhecer um dos corredores mais velozes de Guarulhos: Paulo Lacerda ou Paulinho, como é chamado por muitos amigos. É um atleta inspirador, daqueles que a gente bate um papo e depois sente vontade de colocar o tênis no pé e sair correndo por aí. E não à toa, quem o conhece bem, sabe que sua força reside na paixão que nutre pelo esporte e, talvez, seja justamente por todo esse amor que, para ele, não há nenhuma prova impossível de ser feita. É tudo uma questão de treino, simples assim. Haja vista seu extenso currículo, com mais de 50 maratonas, mais de 15 ultramaratonas, uma média de 1.000 corridas de distâncias menores e três Ironmans. Para se ter ideia do quanto tudo isso significa em números, totalizando todas suas corridas, poderia ter dado uma volta ao mundo, já que para tal façanha é necessário percorrer um pouco mais de 40 mil quilômetros.

Segundo Paulo Lacerda, seu envolvimento com a corrida começou há 20 anos e de maneira totalmente despretensiosa. “Sempre gostei muito de esporte e apesar de acompanhar provas de corridas pela TV e pedalar às vezes, só jogava futebol. No final de 1994, com 30 e poucos anos, conversando com um colega de trabalho, ele disse que havia feito a São Silvestre e que correria novamente naquele ano, então, ele me convidou para ir junto e aceitei. Começamos a treinar cerca de dois meses antes e, em 31 de dezembro de 1994, fiz minha primeira prova oficial. Fizemos treinos extremamente amadores, eu e ele corríamos por conta, e mesmo sem nenhuma base consegui completar o percurso em 1 hora e 13 minutos. Fiquei bem contente com meu tempo”, relembra.

E se começar numa São Silvestre parece ser incomum para a maioria dos iniciantes, Paulo ultrapassou todas as expectativas ao ir correr sua primeira maratona três meses depois. “Após a São Silvestre não parei mais, começamos a procurar outras provas e em março fui para a minha primeira maratona em Ribeirão Pires. Ainda treinávamos sem instrução de um profissional e não tínhamos sequer uma alimentação adequada, contudo, a corrida tocou tão forte em mim, que não enxergava dificuldade em nada”, conta.

Resistência ou persistência?

Se existe alguma explicação óbvia para tamanha disposição, é difícil dizer, mas para o atleta, o estilo de vida interiorano que levava antes de vir para Guarulhos o ajudou e muito a progredir nas corridas logo de início. “Acredito que o meu biótipo ajude também, mas sou do interior de Minas Gerais, e só para ir e voltar à escola todo dia, andávamos quatro quilômetros. Como morava em sítio, para comprar algumas coisas tinha que ir até à cidade e, às vezes, fazia o percurso correndo. Desde muito cedo, mesmo que sem perceber, caminhava e corria bastante”, explica.

FullSizeRender (2)331810_182176735200001_1964709953_o

O momento em que a corrida tornou-se prioridade

Quem já caiu nas graças da corrida sabe o quanto o esporte pode ser transformador. E as transformações não se limitam apenas ao aspecto físico. Claro que o corpo muda, mas junto com a mudança corporal também há uma mudança mental. Passamos a priorizar uma alimentação mais saudável; as bebidas alcoólicas começam a ficar cada vez mais restritas; as baladas com os amigos cada vez menos frequentes; o horário de dormir é importantíssimo, sendo que no outro dia é preciso treinar; e parte do salário passa a ser destinado às corridas, aliás, com os preços das corridas uma parte generosa, diga-se de passagem (risos).

É fato, as prioridades mudam e foi exatamente o que aconteceu com Paulo. “Quando o bichinho da corrida morde, não tem jeito. No início, comecei a alternar os jogos de futebol e as corridas e achava que nunca pararia de jogar bola, porque gosto muito de futebol. No entanto, por ser um esporte de contato, acabei me machucando e não pude fazer a prova “Volta à Ilha de Florianópolis” (150 KM), em 1999. Mesmo assim fui com a equipe em que eu estava inscrito, acompanhei toda a prova e os últimos 500 metros corri igual um saci, pois estava com o pé enfaixado. Depois disso decidi parar com o futebol e priorizar as corridas. Nunca me lesionei correndo”, afirma.

A partir dessa escolha, a vida do atleta nunca mais foi a mesma. A corrida tomou uma proporção tão grande que, em 2004, entrou para a assessoria esportiva Trilopez – pela qual compete até hoje –, iniciou o preparo para provas de triátlon e começou a fazer provas cada vez mais longas. E sobre abandonar as pistas, ele é enfático: “Enquanto Deus me der saúde, vou correr”.

Além da superação pessoal, Paulo ainda destaca a importância das amizades. “Ganhei muitos amigos por causa da corrida e depois que participei da Comrades tornei-me bastante conhecido pelas matérias publicadas na revista Contra-Relógio (publicação específica no segmento). Outra prova que me projetou bastante no universo da corrida foi a primeira Uphill, feita em 2013. Têm pessoas que me conhece e eu nem conheço, mas a gente sente uma energia boa, positiva, são pessoas diferentes, mas em busca de um mesmo propósito. Só amizades boas”, comenta.

323734_294415787254740_1203969395_o


Convidado de honra em grandes corridas

Por causa dos bons resultados, Paulinho já foi convidado a participar de competições organizadas por grandes marcas. Nike São Paulo Rio 600K foi uma delas. A prova é parecida com outros revezamentos de longa distância que acontecem pelo mundo, como, por exemplo, a Hood to Coast, nos Estados Unidos, que também é patrocinada pela Nike.

Outro convite honroso foi para participar da primeira Mizuno Uphill Marathon. Paulinho foi um dos 50 convidados e chegou em segundo lugar. Neste ano, participará da Uphill fazendo o Desafio Samurai, categoria com apenas 25 vagas destinadas a atletas com coragem de encarar no mesmo dia as provas de 25 e 42 quilômetros.

Corredor Paulo Lacerda na Mizuno Uphill Marathon
Correndo na Mizuno Uphill Marathon
Paulo Lacerda ao lado da sua estante de troféus
Paulo Lacerda ao lado da sua estante de troféus

Medalha conquistada na ultramaratona Comrades, em 2007
Medalha conquistada na ultramaratona Comrades, em 2007

Quer ser saudável? Cuide bem do seu corpo

Hoje vi um texto circulando pelo Facebook e achei muito interessante. O conteúdo descreve de forma literária como nossa organismo sofre com os excessos alimentares e a falta de atividade física. Não consegui descobrir quem é o autor do texto, mas vale a pena repassar a mensagem.

12661938_974926332585000_8062662700008838816_n

“CARTA DE UM METABOLISMO ESTRESSADO

Querido humano, eu sei que você anda desapontado comigo. Sei que nos últimos tempos você me esconde em baixo de roupas largas e evita praia.

Você me exige uma energia que não tenho.

Suas bolachas recheadas e refrigerantes não me dão o suporte necessário. Fico sobrecarregado e, infelizmente, me vejo obrigado a estocar energia em forma de gordura.

Eu sei que você se envergonha do seu estoque de energia, mas o que você me pede, não posso lhe oferecer. Estou fraco.

Não descanso e sabe-se se lá quando foi meu ultimo sono reparador. Quando acordo, você não me alimenta e quando me alimenta, não é com qualidade.

Estou estressado e próximo de um colapso nervoso. Sei que você espera mais de mim, mas tenho que ser sincero, também esperava mais de você.

Você me pede foco, energia e menos gordura. Eu lhe peço nutrientes, hidratação e descanso. E assim como você, estou a ver navios.

Você se chateia com o intestino preso, mas querida, não estou em condições de abrir mão de nada agora.

Não me peça para lembrar de algo. Meu estoque de antioxidantes está baixo, minhas membranas celulares sem flexibilidade e a gordura ruim que você consome, acaba comigo!

Já não consigo transportar bem o açúcar que você ingere e contra minha vontade, tive que chamar minha amiga insulina com mais frequência. Se você está tonta e com dor de cabeça, a culpe. E você bem sabe o quanto ela é difícil, sempre que ela aparece de forma desordenada sou obrigado a estocar ainda mais gordura.

Desista dos cremes e das massagens, meu amor. Já não respondo aos estímulos externos.

Estou tão nervoso que pedi conselhos ao cortisol. Ele me aconselhou a reter o máximo de líquido que puder para me proteger e sempre que possível, me livrar do peso desnecessário dos músculos.

Bem, músculos são pesados e eu já não tenho capacidade de carrega-los por aí. Optei pela gordura meu bem, me desculpe. Com a escassez de nutrientes tive que fazer escolhas drásticas.

Não estou mais nutrindo sua pele e cabelo, logo, você os verá ir embora.

Estou tão nervoso que cápsulas e suplementos não são absorvidos. Estou bravo com você e agora não quero mais papo. Estou lhe escrevendo essa carta como um adeus. Estou me desligando e logo, a falta de ar será evidente.

Quanto mais adoeço, mas você me agride com fármacos e eu, sinceramente não entendo por que me tratar assim.

Até parece que quer me ver sofrer. Como se não bastasse todos os anos de descaso, agora grita aos sete ventos que sou lento, que seu metabolismo é lento. Dói!!

Eu nasci sim com algumas imperfeições, mas imaginava que você, com inteligência de humana, soubesse zelar pelo o seu corpo. Me enganei! Você não prestou atenção aos sinais e abusou de mim.

Agora que desabafei lhe pergunto, quando me cansar e for embora, onde você irá morar?”

Sobre

O blog surgiu da necessidade que senti em compartilhar minhas experiências e também informações que possam ser interessantes para quem curte o universo fitness, corre ou pretende iniciar no esporte. A ideia é dividir com os leitores assuntos sobre saúde, alimentação, dicas sobre corridas, viagens e também histórias e entrevistas que sirvam de inspiração. Além disso, divulgar o que acontece em Guarulhos, a minha querida e amada cidade, é outro propósito que me incentivou a criar esse espaço. Aliás, toda colaboração é bem-vinda por aqui. Gostou? Então faça parte dessa correria.